São Luís

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Cuba limita a dez anos tempo de permanência em cargos do poder

Raul Castro, Presidente de Cuba
O PCC (Partido Comunista de Cuba) aprovou neste domingo a medida que limita a dez anos o tempo máximo de permanência em cargos do poder. A intenção é promover quadros mais jovens no governo.

"Podemos começar a aplicação paulatina [da regra], sem esperar pela reforma constitucional", afirmou o líder cubano Raul Castro no encerramento da conferência do partido. Segundo ele, a medida vale para todos os cargos do governo, inclusive o seu.

Raúl, que assumiu o comando do país depois da saída de seu irmão, Fidel Castro, tem hoje 80 anos. Assim como ele, a cúpula do partido é formada por assessores idosos, antigos partidários da guarda revolucionária.

A decisão de discutir a limitação de dois mandatos de cinco anos para os cargos de poder havia sido proposta em abril no congresso do PCC, que tem Raúl como seu dirigente máximo.

O dirigente voltou a afirmar que há uma carência de substitutos para os cargos do governo, assim como fizera em abril.

O anúncio se dá em meio a uma série de reformas econômicas que visam reativar a frágil economia cubana. O regime autorizou, por exemplo, a compra e venda de casas, antes proibida na ilha.

Em discurso a integrantes do partido, Castro pediu ainda maior dedicação no combate a corrupção no país e defendeu o regime político do país, com apenas um partido.

"Renunciar ao sistema unipartidário seria o equivalente a legalizar um partido ou partidos do imperialismo no nosso solo", afirmou

Fonte: Blog de Daniel Eduardo Miyagi


PCdoB e a FMG promovem debate sobre cultura para desemvolver o Maranhão.

Carranca do Cazumbá - Bumba Meu Boi
Por Joaquim Kicil*

Objetivando aglutinar os militantes e parlamentares comunistas e personalidades próximas ao partido atuantes na área cultural e artística, o Partido Comunista do Brasil e a Fundação Maurício Grabóis, farão um encontro hoje (terça-feira) às 18 h, na sua sede, Rua do Norte, 228, centro (Pça. da Alegria), em que será discutido propostas de políticas culturais para São Luís e no Maranhão.

O PCdoB deu um salto expressivo na formulação e implementação de políticas culturais no Brasil, traduzido em vários exemplos de políticas públicas desenvolvidas por quadros do Partido: o Programa Cultura Viva, formulado e desenvolvido pelo historiador Célio Turino à frente da secretaria de Cidadania Cultural do MinC entre 2006 e 2010; a gestão de Manoel Rangel na Agência Nacional de Cinema (Ancine) desde 2008, a gestão de Luciana Santos na Prefeitura de Olinda e a gestão de Jandira Feghali à frente da Secretaria de Cultura da cidade do Rio de Janeiro.

ex-Sec.de Cultura Joãozinho Ribeiro
A partir destas e de outras experiências e de sua presença e atuação crescente nos meios e movimentos artísticos e culturais, em 2009 o PCdoB constituiu internamente o Coletivo Nacional de Cultura que tem o baiano Javier Alfaya como coordenador, e no plano externo articulou a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura do Congresso Nacional, que tem como presidente a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

O encontro de hoje, contará com a presença do Coordenador Nacional do Coletivo de Cultura, Javier Alfaya* que apresentará as diretrizes nacionais da política cultural do PCdoB e contará também com a presença do ex-Secretário de Cultura do Estado Joãozinho Ribeiro.

Arquiteto Javier Alfaya
Na oportunidade serão discutidas as ações futuras do Coletivo de Cultura em São Luís, como espaço orgânico e de aglutinação dos comunistas que atuam no segmento cultural. 

*Javier Alfaya, arquiteto, foi presidente da UNE em 1980, ex-deputado estadual da Bahia, hoje é Diretor Nacional de Cultura da Fundação Maurício Grabóis e Coordenador do Coletivo Nacional de Cultura do PCdoB.
*Joaquim Kicil, Artista Plástico, graduando em Filosofia(UFMA) e Secretário de Cultura do PCdoB de São Luís.


Fonte: Coletivo de Cultura do PCdoB Municipal

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

No Peru, garoto abriga feto de irmão gêmeo na barriga

Um menino de 3 anos vai ser submetido a uma cirurgia no Peru para retirar o feto de um irmão gêmeo que abriga em sua barriga. Casos como de Isbac Pacunda ocorrem em um a cada 500 mil nascimentos, de acordo com médicos que cuidam do caso.

O feto de 700 gramas e 25 centímetros de tamanho foi detectado por meio de exames de tomografia e ecografia. Carlos Astocondor, do hospital Las Mercedes, de Chiclayo, explicou que o feto dentro de Isbac não chegou a desenvolver cérebro, coração, pulmões ou intestinos, mas possui couro cabeludo no crânio, ossos de membros superiores e inferiores e ossículos nas mãos e nos pés.

O garoto mora com a família em Ajachin, uma comunidade de índios aguarunas na região amazônica de Loreto. Ele teve de viajar por 375 quilômetros até a cidade de Chiclayo.

Fonte: Yahoo!Notícias

A oposição em São Luís começa a definir seu projeto em 2012

Foto: Felipe Klamt
Bastante concorrida, aconteceu a reunião da oposição em São Luís na sexta-feira passada (27/01) com os seus cincos pré-candidatos a prefeito de São Luís, com o intuito discutir e  definir uma candidatura única, capaz de ser vitoriosa nas eleições municipais agora em  outubro de 2012.

Estavam presentes no encontro, Flávio Dino (PCdoB), Tadeu Palácio (PP), Bira do Pindaré (PT), Roberto Rocha (PSB), Eliziane Gama (PPS) e Milton Calado representando o pré-candidato Edvaldo Holanda Júnior (PTC),  presentes ainda várias lideranças políticas como os deputados federais Waldir Maranhão (PP) e Domingos Dutra (PT), os deputados estaduais  Rubens Júnior (PCdoB) e Marcelo Tavares (PSB), o suplente de Deputado Estadual o Sindicalista Júlio Guterres (PCdoB), a  vereadora Rose Sales e o vereador Geraldo Castro ambos do PCdoB,  os Presidentes Municipais  Marcio Jerry do PCdoB  e Paulo Matos do PPS, além de vários dirigentes e militantes de esquerda, como Gerson Pinheiro, Cristiano Capovilla, Leonardo Cordeiro,  Cordeiro, Henrique Carneiro, Joslene Rodrigues, Ricardo Lucena e vários outros. A pré-candidata do PDT á prefeitura de Paço do Lumiar, Núbia Dutra, também prestigiou o evento.

O momento maior do evento foi à assinatura do documento 'Carta a São Luís' pelas pré-candidaturas, em que defendem a renovação da esperança em uma alternativa 'às práticas oligárquicas, à incompetência administrativa e ao festival de promessas não cumpridas, que são as marcas dessa política atrasada e patrimonialista que aí está', cita a carta.

Nas intervenções das lideranças destaquei duas que achei interessante e importante para oposição manter a unidade e a lealdade.

“Essa a aliança, não deve ser colada com  tapioca de goma, quando chegar as chuvas se descola e sim com cola resistente ao canto de sereia, ou seja,  a tudo” de  Tadeu Palácio;

“'Vamos manter o diálogo, tendo como método a busca do consenso progressivo”, de Flávio Dino.

Segundo as lideranças presentes, a chapa majoritária que irá disputar as eleições deve ser definida no final do mês de março.

Acho o prazo bom para definição do nome para disputa ao Palácio de Lá Ravardiéri. A oposição até lá deve aparar algumas arestas quanto à escolha também do seu vice e a maturidade de ambos, de não acontecer nessa decisão, ciúmes e incoerências, ou seja, nesse processo decisório, alguns terão que ceder ou recuar.

A continuidade dessa união das forças de esquerda e progressistas de São Luís mostrará e manterá aos seus eleitores o discurso de mudança já para nossa capital que não agüenta mais tanto desgoverno da prefeitura atual.

Veja abaixo, a 'Carta para São Luís' que foi scanneada da original com exclusividade:





Ai de ti, Haiti

Por José Ribamar Bessa Freire*

Eles fizeram uma longa fila e foram embarcando, um a um, no navio chamado “Sagrado Coração de Jesus”, que zarpou de Tabatinga (AM) para Manaus neste sábado, 21 de janeiro. Os passageiros, na realidade, não sabiam direito de quem era aquele coração: de Jesus ou de Maria? Desconfiavam que era de Maria. Com todo o respeito ao calvário do filho, só um coração sangrado de mãe - onde sempre cabe mais um - pode abrigar mais de 400 haitianos com tantos sonhos, sofrimentos, dor, medo.

O medo dentro do barco-coração que descia o rio Solimões era “o medo da fatalidade que sempre acompanhou o Haiti”. Quem diz isso é um amigo chileno, Fred Spinoza, professor de espanhol em Tabatinga, que testemunhou a passagem dramática dos haitianos pelo Alto Solimões, ameaçados de se tornarem um boat people – refugiados que ninguém quer receber e que, sem chão onde pisar, transformam o barco em sua nova pátria e ficam, à deriva, vivendo na terceira margem do rio.

Fred, poeta como qualquer chileno - todo chileno verseja – me enviou trechos do Navio Negreiro de Castro Alves para ilustrar o cenário daqueles haitianos amontoados em redes armadas umas sobre as outras. No domingo passado, ele me cantou o roteiro do motor da linha: “O Sagrado Coração, que saiu ontem daqui, deve passar hoje por Fonte Boa, amanhã por Coari e chegar no Roadway, em Manaus, na terça, dia 24”. Manifestou preocupação quanto à recepção aos hermanos haitianos em Manaus.

Sangrado coração

Manaus, nascida de um parto sangrento, é filha de um crime e de um roubo, cometidos em 1669 por militares portugueses. Tropas armadas invadiram e saquearam a aldeia dos Manaú, mataram muitos índios, escravizaram outros e usurparam suas terras. Seu comandante, Francisco da Mota Falcão, construiu ali, bem em cima do cemitério indígena, o Forte de São José do Rio Negro, usando a mão de obra de índios escravizados e, como matéria prima, o barro das urnas funerárias quebradas e violadas. Portanto, foi a pilhagem colonial que pariu Manaus.

Por isso, talvez, Manaus sabe ser impiedosa, cruel. Mas sabe também ser generosa, como mostra o outro lado de sua história. Muitas vítimas do terremoto de Lisboa, de 1755, foram acolhidas pela cidade já mestiça, que lhes deu teto, trabalho, comida. Na época da borracha, entre 1877 e 1914, mais de 500 mil nordestinos, fugindo da seca, migraram para a Amazônia, muitos deles armaram suas redes aqui. Com eles chegaram sírios, libaneses, espanhóis, judeus, árabes, palestinos, japoneses, espanhóis e nova leva pacífica de portugueses. Recentemente, a Zona Franca trouxe os sulistas.

Dessa forma, a cidade foi se construindo sobre os alicerces da diversidade, com trabalho, sangue e suor dos estrangeiros que souberam muito bem se integrar à sociedade de base índia. Era tudo gente de paz. Como o portuga José Ventura - o Comandante Ventura - que em 1961 morreu para nos salvar. Manaus não tinha como combater incêndios. Ele criou em 1952 o Corpo de Bombeiros Voluntários. Faleceu quando combatia um incêndio que consumia vorazmente a periferia da cidade, como nos lembra pesquisa histórica realizada por Roberto Mendonça.

Outro portuga que ama a cidade e ajudou a construí-la é o dono do bar da Bica, o Armando, o mais caboco de todos os portugas, que está nesse momento, aos 75 anos, numa UTI de um hospital manauara com uma infecção pulmonar. Armando e o comandante Ventura fizeram mais por Manaus do que o belicoso Francisco da Mota Falcão, Pedro Teixeira e todo o exército colonial. Jornais lusos editados nessa época no Amazonas, estudados pelo historiador Geraldo Sá Peixoto Pinheiro, estão nos revelando muito sobre essa migração.

Água no feijão

Os haitianos que chegaram agora vieram também em missão de paz, de trabalho, mas foram recebidos à bala com um grito de “nós não queremos vocês aqui”. O governador do Amazonas, Omar Aziz (PSD), filho de um imigrante palestino que se mudou para Manaus em 1968, debochou, sugerindo que o governo federal os abrigasse em Brasília, “em apartamentos de deputados federais”, conforme matéria publicada pela Folha de São Paulo assinada pela correspondente Kátia Brasil.

Pra puxar o saco do governador, a colunista social Mazé Mourão atacou os haitianos, chamando-os de “abusados”. Num texto boçal, reclamou que eles estão tomando conta dos empregos nas fábricas do Distrito Industrial e “como não sabem falar a nossa língua, trabalham caladinhos e até passam da hora sem cobrar nada”. Preocupada exclusivamente com o quintal de sua casa, sugere: “Por que os haitianos não ficam em Tabatinga ou vão povoar outros municípios do Amazonas?”. Conclui: “Sorry, sorry e sorry, o Haiti definitivamente não é aqui”.

Que me perdoem os ouvidos pudibundos, mas esse é o lado escroto de Manaus, o lado “farinha pouca meu pirão primeiro”. A colunista social alega que “se nós não conseguimos resolver os nossos problemas, que dirá de quem chega e toma de assalto esta Manaus de Mil Contrastes”. É como se ela dissesse, em 1919, ao Comandante Ventura e às centenas de portugas que com ele vieram: “Não podemos receber vocês, porque temos muitos problemas, não temos sequer um Corpo de Bombeiros Municipais” …E olha que nesse momento naufragava a economia da borracha, com centenas de mendigos espalhados pelas ruas da capital.

Felizmente, o outro lado, generoso e solidário, o lado “água no feijão que chegou mais um” se manifestou imediatamente. Dezenas de leitores ocuparam as redes sociais apoiando artigos que se solidarizaram com os haitianos e lhes deram as boas-vindas. Três deles merecem destaque.

Allan Gomes, com base no processo histórico da Amazônia, sustentou que “a imigração haitiana não deve ser vista como um problema, mas como parte da solução”. Da mesma forma que Manaus não podia apagar um incêndio porque carecia de bombeiros e foi salva pela migração lusa, assim também os haitianos podem contribuir para melhorar a cidade, se formos capazes de organizar e planejar a estadia deles aqui.

Alberto Jorge, coordenador geral da CARMA – Coordenação Amazônica da Religião de Matriz Africana e Ameríndia – confessa que teve ânsias de vomitar quando leu o texto de Mazé “que destila ódio e desprezo,é preconceituoso, asqueroso em todos os sentidos”. E Ismael Benigno considerou que a reação dela mais parece “um chilique da socialite Narcisa Tamborindeguy contra os pobres do que uma tentativa de entender o problema que ainda vamos ter”.

De qualquer forma, se o artigo tem algum mérito é o de desencadear um debate, permitindo revelar a xenofobia e a intolerância que trazemos dentro de todos nós, mas também a solidariedade com os refugiados. Quem sofreu o exílio, por razões políticas, econômicas ou sociais, sabe a importância dessa acolhida. É evidente que a questão é complexa, é claro que precisamos organizar uma intervenção de forma mais planejada, mas sem preconceitos, como o de um leitor de Mazé Mourão, que se referiu depreciativamente à religião dos haitianos e à magia negra.

Se a colunista social não pedir desculpas, publicamente, nós, os que ficamos chocados com seu texto - sorry, sorry, sorry - acamparemos com os haitianos no quintal da casa dela. Faremos um trabalho de magia negra para transformá-la em um ser inteligente, sensível e solidário. Se bem que suspeito não existir magia capaz de dar jeito nisso. Mas a gente tenta.

P.S.: O poeta haitiano René Depestre escreveu, entre outros, um belo livro – “Aleluia para uma Mulher-Jardim”, editado em português em 1988. Não tive acesso à edição brasileira, mas à edição francesa, de 1981, de onde traduzi a frase, diz: “Si le monde est une vallée de larmes, Haiti est le coin le mieux arrosé de la vallée” (pg. 40).

*José Ribamar Bessa Freire, professor, coordena o Programa de Estudos dos Povos Indígenas (UERJ), pesquisa no Programa de Pós-Graduação em Memória Social (UNIRIO). Escreve no Taqui pra ti.

 Fonte:Blog da Amazônia

 Foto: Altino Machado

domingo, 29 de janeiro de 2012

Os pastores feiticeiros e seu evangelho pagão

Deus resolve
Pastores da Igreja Universal do Reino de Deus inovam. Pela TV, em Brasília, prometem bom desempenho em concursos públicos. O fiel só precisa levar caneta ou comprovante de inscrição ao templo para ser ungido.

O discurso? “Se Deus te iluminar, te der a direção, nada dá errado.”
O pior dessa notícia é que tem uma lógica danada. 

Literalmente, a lógica é danada. É dos quintos dos infernos.

Mas faz todo o sentido dentro da cosmovisão religiosa popularmente identificada como cristã, isto é, da subcultura sociologicamente definida como segmento religioso que se pretende cristão. Senão, observe.

*Para quem crê em um Deus intervencionista, que se mete no cotidiano da vida humana vindo de fora (de outro mundo, da sala do trono, ou sei lá de onde), qual é o problema de pedir a Deus que favoreça um dos seus filhos em um concurso público?

*Para quem acredita em unção como ritual litúrgico, e sai por aí passando óleo e azeite em portas e janelas, carros, pessoas, animais de estimação, propriedades, galpões empresariais e escritórios, e outras coisas mais, qual é o problema de ungir ritualisticamente uma caneta ou uma ficha de inscrição para um concurso público?

*Para quem acredita que Deus revela segredos aos seus filhos, fala pela boca dos profetas e dá palpite na vida dos outros, qual é o problema em pedir uma iluminação ou uma direção, tipo informação privilegiada, como ajuda para o êxito num concurso público?

*Para quem acredita que o templo é a Casa do Senhor, e que os pastores, bispos, apóstolos e patriarcas são Servos do Senhor, pessoas especiais, com uma unção especial de Deus, qual é o problema de participar dessa unção ritualística no Templo Sede Internacional e receber a benção do homem de Deus antes de atravessar o desafio de um concurso público?

*Para quem faz promessas de subir escadas de joelhos, realiza peregrinações carregando cruz nas costas, amarra fitinhas de santos no pulso, pendura no pescoço colares benzidos nos terreiros, carrega santinhos na carteira, ou participa de correntes da fé em busca de bençãos materiais e soluções para problemas circunstanciais, qual é o problema de ungir a caneta ou a inscrição para o concurso público?

*Em síntese, apesar de grotesca e de causar espanto, respeitada a lógica religiosa popular cristã, não há nada de errado nessa prática noticiada pela Agência Estado. O desafio é responder se essa lógica expressa de fato o Evangelho de Jesus Cristo.

Veja o Vídeo:




Fonte: Um Blog Para Quem Enxerga

VEJA DE NOVO: Cuba elimina desnutrição infantil. Em 2015 eliminará a pobreza

No relatório final do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), intitulado "Progress for Children Um Relatório sobre Nutrição" descobriu que no mundo de hoje existem 146 milhões de crianças menores de cinco anos com graves problemas desnutrição infantil. Segundo o documento, 28% destas crianças são provenientes de África, 17% do Oriente Médio, Ásia 15%, 7% na América Latina e no Caribe, Europa Central 5% e 27% de outros países em desenvolvimento.

Mas Cuba não tem esses problemas, o único país na América Latina e do Caribe que a desnutrição infantil foi eliminada, tudo graças aos esforços do governo para melhorar a nutrição, especialmente os grupos mais vulneráveis. Além disso, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação ea Agricultura (FAO) também reconheceu Cuba como o país com mais progresso na América Latina na luta contra a desnutrição.

Isso ocorre porque o Estado cubano garante cesta básica de alimentos e promove os benefícios da amamentação, mantendo o quarto mês de vida, o aleitamento materno exclusivo e complementar com outros alimentos até os seis meses de idade. Além disso, eles são feitos a entrega diária de um litro de leite fluido a todas as crianças até sete anos de idade. Junto com outros alimentos, como geléias, sucos e carnes, que são distribuídos de forma eqüitativa.

Não admira que a muito Organização das Nações Unidas (ONU) coloca o país na vanguarda do cumprimento do desenvolvimento humano. E por último mas não menos importante, o ano de 2015, Cuba tem entre seus objetivos de erradicar a pobreza e garantir a sustentabilidade ambiental.
E tudo isto apesar dos 50 anos de embargo, o embargo econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos ... 

Postagem públicada no blog dia 18 de Setembro de 2011.
 
Fonte: Blog Opensante

Não deu outra,Vale ganha "Oscar da Vergonha"

A empresa Vale, produtora de minérios de ferro, foi eleita a pior empresa do mundo por votação popular no site do Greenpeace. A premiação elegeu as companhias com pior desempenho em relação aos direitos humanos e ao meio ambiente.

O prêmio "Public Eye People´s” (Olho Público, em tradução livre) é organizado desde 2000 pelo Greenpeace da Suíça e pela ONG Declaração de Berna. De acordo com o G1, esta é a primeira vez que uma empresa brasileira recebe o título.

A votação ocorreu pela internet entre os dias 5 e 26 de janeiro. A Vale obteve nada menos que 25.042 votos, o maior número entre as seis empresas mundiais que estavam concorrendo. Em segundo lugar ficou a japonesa Tepco, com 24.245 votos, que opera as usinas nucleares de Fukushima, indicada por negligência. Em seguida, apareceu a sul-coreana Samsung, com 19.014 votos, por usar substâncias tóxicas em suas fábricas.

Um prêmio especial foi destinado ao banco britânico Barclays, pois os organizadores da premiação acreditam que ele seja responsável por inflacionar os preços dos alimentos no mundo. De acordo com eles, 88 mil pessoas participaram da votação online. Também foram indicadas a mineradora norte-americana Freeport McMoRan e a suíça do agronegócio Syngenta.

As ONGs afirmam que a Vale foi indicada por participar da construção da usina de Belo Monte, no Pará. Em nota, ela afirma que a empresa não tem sido vista com bons olhos "por repetidas violações dos direitos humanos, condições desumanas de trabalho e a exploração impiedosa da natureza". Mesmo sendo pequena, a participação da empresa no consórcio Norte Energia, responsável pela implantação, operação e exploração de Belo Monte, tem abalado a imagem da mineradora.

A Vale criou uma página na internet, chamada Vale Esclarece, para explicar os fatos. A empresa começa o texto da seguinte forma: "A Vale sabe que a atividade mineradora gera impactos e, por isso, atua de forma a controlá-los e reduzi-los". Afirmou, em seguida, que a empresa pretende investir US$ 1,65 bilhão em ações socioambientais no ano de 2012. Ainda falou sobre a Reserva Natural Vale e sobre a Unidade de Conservação Federal, fiscalizada pelo ICMBio.

Ainda no Vale Esclarece, a companhia criou duas colunas de texto, de um lado "O que estão dizendo sobre a Vale" e do outro "Os fatos reais sobre a Vale". Em seguida, há vídeos institucionais, notícias sobre a Vale que saíram na mídia, imagens e links sobre suas preocupações nos dois quesitos em que foi julgada: 
direitos humanos e meio ambiente. Mais que prestar esclarecimentos, a página pode ser considerada um instrumento de divulgação da mineradora, uma vez que todos os olhos se voltaram para esta empresa que em sua página oficial se diz "presente nos cinco continentes, de forma responsável e comprometida com o desenvolvimento sustentável".

sábado, 28 de janeiro de 2012

Aumenta a preocupação da família Sarney com Flávio Dino.

O chefão tá procupado com Dino
A família Sarney através de seus interlocutores ligados ao braço maranhense do PIG (Partido da Imprensa Golpista) e seu capacho o Secretário Ricardo Murad, cunhado de Roseana, está mais raivosa do que nunca.

Notei mais essa zanga desde o início da semana. Nos seus instrumentos de comunicação. Seus blogueiros vieram com estórias malucas, comparou o maior representante da esquerda maranhense, Flávio Dino (PCdoB) com Adolf Hitler. Em mais uma tentativa de confundir de forma ridícula a população. O engraçado disso tudo é quem tem o bigode parecido com o Fuhrer não é Flavio Dino que nem bigode tem.

E vale uma pergunta, Hitler matou muita gente e qual o poder político que mata muita gente de fome, por falta de emprego, segurança e saúde no Maranhão?

Esse novo chilique dessa turma, deve ter começado com  a notícia que Flávio Dino como Presidente da Embratur, o Brasil conseguiu a proeza de arrecadar R$ 6,7 bilhões (veja aqui matéria do blog do Eri Castro) em divisas, ou seja, dando lucro para o país e ajudando a aumentar seu PIB, através do turismo estrangeiro. Enquanto seus patrões como "grandes administradores" dão prejuízos e grandes desvios do dinheiro público.
Ricardo querendo espantar Dino

Não bastaram só os capachos da comunicação da família distribuírem seus venenos contra ao ex-juis federal. Apareceu em cena o Secretário de Saúde Ricardo Murad achando que a população não sabe o problema dos 72 hospitais, convida Dino para visitar os hospitais do Maranhão para mostrar que avançou.

Essa investida de Murad foi por causa de uma manifestação de Flávio Dino nas redes sociais pedindo que o governo trabalhe, lamentando a perseguição da família Sarney contra ele e respondendo que não aceitava o convite do Secretário para visitar os 72 hospitais , visto que não existem hospitais funcionando como manda o figurino.

Veja logo abaixo parte da manifestação de Flávio Dino:

“A oligarquia decadente manda me agredir TODOS OS DIAS no Maranhão. Por que tanto ódio? Será porque não me rendo nem me vendo? À oligarquia decadente sugiro que trate de governar. Que tal começar pelo funcionamento dos 72 hospitais?"

“Quando os 72 hospitais tiverem funcionando, isso se um dia vier acontecer, não só com parede e telhado, mas com equipamentos, remédios, médicos, eu aceito visitar com o maior prazer. É só ele [Ricardo Murad] mandar um ofício para a Embratur. O que eu não posso é visitar aquilo que não existe e nem tenho o dom de fazer existir aquilo que não existe.”
Ruinas da obra do hospital de Araguanã
Essa afirmativa de Dino é comprovada por várias visitas de jornalistas, parlamentares e blogueiros in loco. Eu mesmo fui registrar como estava às condições dos ditos hospitais nas regiões do Turí e do Gurupi me deparei com gigantes brancos, construções já virando ruínas e as empresas contratadas abandonaram a maioria das obras deixando centenas de trabalhadores a vê navios.

Portanto, a oligarquia não se conforma com o poder que tem e começa a vê o seu desmoronamento político no futuro breve e enxergam em Flavio Dino ameaça a esse poderio, a população pede mudança para o nosso estado e quer derrotar essa oligarquia, colocando o Maranhão na rota do crescimento junto com o Brasil.

Veja aqui a matéria do blog quando fiz a visita na BR 316:

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Família Sarney prova que comanda o TRE/Ma, a sociedade se manifesta.

Família Oligarca mostra a sua força nos tribunais
A justiça eleitoral maranhense através do seu TRE acabou entregando a família Sarney o processo que pede cassação de um dos seus membros a Governadora Roseana Sarney Murad e de quebra o seu vice Washington Macazeira, cabendo a própria família julgar o que for necessário através de seu representante o juiz Sergio Muniz que é filho de Antonio José Muniz, Secretário Adjunto da Casa Civil do Governo Estadual.

Não é mais estranho esse tipo de manobra do grupo Sarney junto aos Tribunais aqui do Maranhão, tanto no TJ, TER, TCM e até no Ministério Publico Estadual – MPE, que se tornou privado e conivente com todo tipo de maracutaia feito pelo governo de Roseana e pelo prefeito Castelo, não se apura nada. Pois bem, dia 25/01 eu havia postado a matéria Governo Roseana admite "culpa no cartório", onde foram colocadas as tentativas do clã, através do vice Macaxeira, de adiar a audiência com testemunhas no TER marcada pra hoje (27/01). Não deu outra na terceira tentativa com entrada no final do expediente do mesmo dia (25/01) o pleno do TER devolveu o processo para família ontem (26/01) pela manhã. Agora a decisão é do velho Sarney. Portanto nessa situação “o pior governo da minha vida” deve tá festejando com muito wisk e tira gosto de macaxeira frita.

Leia também:

Gravação revela atuação da família Sarney no Judiciário.



Manifestação Popular pelo Twitter: #CassaRosena

Mesmo assim com essa decisão do TER de Sarney, a sociedade se mobilizou e lançou o grande tuitaço #CassaRoseana.

Marcado para 19 horas de ontem (26/01), a manifestação popular chegou ao topo do twitter e lá ficou por uma hora como a mais divulgada no país, mostrando assim que não é só a população maranhense deseja que seu estado saia de vez do atraso, como de toda a nação brasileira.



Veja abaixo na hora da posição do tuitaço #CassaRoseana

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Arcebispo denuncia Papa por corrupção no Vaticano

Arcebispo Carlo Maria Viganò 25/01/12.-El, atual embaixador junto à Santa Sé para os Estados Unidos (EUA) e ex-secretário-geral do Governatorato da Cidade do Vaticano denunciou nesta quarta-feira o Papa Bento XVI para "corrupção e má gestão "na administração da instituição religiosa. 

O relatório foi publicado na imprensa italiana, cujo diário Corriere della Sera e trechos Libero transmissão Quotidiano de uma carta escrita por Viganò em que ele lamentou que, "a corrupção e privilégios" que tinha visto desde que assumiu o cargo de secretário-geral Governorate em julho de 2009.
 
"Eu nunca teria pensado em estar diante desta situação desastrosa", que apesar de ser "inimaginável era conhecido em todo o Curia," o papa em sua carta.
 
Especificamente, o arcebispo afirmou que o Vaticano "sempre as mesmas empresas de trabalho", com mercado de pagamentos duplicados e também acrescentou que "não há qualquer transparência na gestão de contratos para construção e engenharia." 

Ele também alegou, inter alia, que a Fábrica de São Pedro, que dirige a manutenção do edifício do Vaticano, apresentou "uma conta astronômica" de 550 000 euros (715,000 dólares) para a construção do presépio tradicional em Belém para ser colocado na Plaza de San Pedro em 2009. 

Ele também disse que os banqueiros que compõem a chamada "Comissão de Finanças e Gestão" se preocupam mais com seus interesses "nosso" e que em dezembro de 2009 em uma transação financeira "queimado (perdido) 2500000 dólares ". 

Com essa evidência, Viganò terminou dizendo que durante seu mandato que o Vaticano foi capaz de passar oito milhões e meio perdidas em 2009 para um lucro de 34,4 milhões em 2010. 

No entanto, o arcebispo afirmou que sua política de rigor fez muitos inimigos e, portanto, foi retirado da Governorate e enviado como núncio (embaixador) para os EUA, uma posição vista como uma punição para o prelado. 

"Meu movimento (os EUA) vai servir para desencorajar aqueles que acreditavam que seria possível limpar inúmeros casos de corrupção e desvio de verbas na gestão de diferentes direções", disse o Vaticano. 

Segundo o jornal Corriere della Sera, Largura foi ameaçado por manobras hostis dentro do Vaticano, então ele decidiu ir diretamente para Bento XVI, um papa supostamente considerados "preocupado" com a transparência nas finanças. 

A imprensa italiana acredita que essas alegações (que foram publicadas na quarta-feira, embora que remonta mais de 10 meses atrás) eram de que o custo Viganó não ser promovido a cardeal, como lhe é devido.

Chávez ataca mentiras de Obama e reafirma relações com Cuba e Irã

Achavamos que não, mas Obama pensa só em guerra

 

Em 19 de dezembro, o presidente norte-americano, Barack Obama, declarou que as relações com Cuba e Irã não beneficiam a Venezuela. Em entrevista à TeleSur, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, criticou Obama, classificando de mentiras as afirmações sobre o que ajuda ou atrapalha o país. Para Chávez, as declarações fazem parte de um plano de agressões promovido pelos EUA. 

 

 

Veja mais:  

Chávez: Obama é um farsante irresponsável que envergonha os EUA


Fonte: Portal Vermelho

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

A sociedade se manifesta em favor do julgamento da família Sarney

O deboche da família
Nesse próximo dia 27 de janeiro as 9h00, será o julgamento do processo que pede a cassação da então ‘’governadora’’ do estado do maranhão Roseana Sarney por acreditar que houve sim abuso de poder econômico por parte da governadora na campanha eleitoral de 2010. Há tempo que vemos o descaso que ela e seu bando vêm aprontando no nosso estado: saúde precária, educação com os piores índices do Enem, segurança zero. Vemos greves de policias civil e Militar, de bombeiros e tantas outras. O Brasil vem sempre fazendo sua parte em relação ao governo do maranhão e a oligarquia da família Sarney. Milhares de jovens mandaram Sarney tomar no ‘’C ‘’ no evento ‘’Rock in rio’’ por duas noites. Logo no 1° dia mais de 100 mil pessoas mandaram Sarney tomar no Cu. O melhor momento ou contribuição do Rock In Rio para a nossa democracia?. Isso não importa! o importante e que o brasil não aquenta mais essa família sucateando o nosso estado. Por esse motivo CONVOCAMOS A TODOS OS BRASILEIRO, para participarem do twitaço, com a TAG: #CASSAROSEANA, a partir das 19h do dia 26 de janeiro. Todos aqueles que acreditam em um maranhão melhor e que a justiça pode sim ser feita no Brasil e no Maranhão, tweet #CASSAROSEANA!

A "grande" Vale ja é favorita ao Oscar da vergonha

Pela primeira vez uma empresa brasileira concorre ao título inglório de pior empresa do mundo pelo "Public Eye People's", votação realizada desde 2000 pelas ONGs Greenpeace e Declaração de Berna, também conhecida como "Oscar da Vergonha". A Vale assumiu a liderança do pleito ontem - contava com 20,1 mil votos no início da noite. A escolha será realizada pela internet, no site , até quinta-feira. O resultado final deve ser divulgado durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, que começa hoje. 

A Vale tem cerca de mil votos a mais que o segundo lugar, a Tepco, maior empresa de energia do Japão, que opera as usinas nucleares de Fukushima. Também concorrem ao título o grupo bancário Barclays, a sul-coreana de eletrônicos Samsung, a suíça de agronegócio Syngenta e a mineradora Freeport, com sede nos EUA. A indicação da mineradora brasileira foi feita por um grupo de instituições sociais e ambientalistas formado pela Rede Justiça nos Trilhos, a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale, o International Rivers e a Amazon Watch.

No texto de apresentação das indicadas, a Vale é citada como uma empresa "com longa trajetória caracterizada por condições de trabalho desumanas, violações de direitos humanos e destruição do meio ambiente" em diversas partes do mundo. A empresa é lembrada por participar do consórcio responsável pela construção da usina de Belo Monte. Para os ambientalistas, um "empreendimento de US$ 17 bilhões planejado de forma autoritária, sem ouvir a população afetada e em desacordo com os direitos humanos e as leis ambientais".

A Vale é citada como responsável por 4% das emissões de gás carbônico em território brasileiro, e por usar em seus processos industriais 1,2 bilhão de litros de água, volume suficiente para abastecer uma cidade de 22 mil habitantes. As organizações que indicaram a empresa também a criticam por ter despejado em rios e oceanos, em 2009, 114 milhões de metros cúbicos de dejetos industriais, e por ter respondido, no mesmo ano, a pelo menos 111 processos em função de problemas relacionados à sua atuação.

Por meio de sua assessoria, a Vale informou que não comentaria a indicação. Argumentou que a contestação aos pontos de crítica das organizações estaria em seu último relatório de sustentabilidade, referente às práticas do ano de 2010. No documento, a empresa admite consumir 1,2 bilhão de litros de água, mas diz reutilizar 79% deste volume. A empresa afirma ter planos e metas "para alcançar padrões de excelência em relação à gestão de gases de efeito estufa" e também uma política de redução de resíduos.

Ameaça à área de transição de biomas:

De acordo com Danilo Chammas, advogado da ONG Justiça nos Trilhos, a política de resposta aos impactos das atividades da empresa tem sido insuficiente:

- Muitas vezes a resposta é realizada de forma errada ou com outra finalidade, focada em marketing social. Na medida em que cresce a crítica, as pessoas percebem que a empresa não é perfeita. Sabemos que a mineração é necessária, mas é preciso uma mudança de postura para reconhecer os problemas e buscar melhores formas de evitá-los ou remediá-los - argumenta.

A indicação da empresa brasileira foi realizada em setembro do ano passado, quando as entidades enviaram um dossiê com registros de impactos da atividade da mineradora em pelo menos dez países. Há relatos de diversos tipos, como acidentes em ferrovias, destruição de áreas protegidas e com mananciais de água, emissão de poluentes e problemas trabalhistas, entre outros.

Morador do Quadrilátero Ferrífero de Minas - principal região produtora de minério de ferro do país -, Chico Mendonça cansou de ver a atividade econômica pisotear o meio ambiente. Presidente da Associação dos Proprietários de Pasárgada, condomínio da cidade de Nova Lima, ele recorreu à internet para angariar votos que dessem à Vale a reputação de pior empresa do mundo.

- A Vale quer aumentar a cava de uma mina localizada em área de transição entre Mata Atlântica e Cerrado, o que contraria a legislação federal - protesta. - Há espécies de extinção e mananciais de água nesta região. Se resistirmos a esta expansão, daremos exemplo para outros locais também ameaçados. Nada especificamente contra a empresa, mas sou a favor de uma equação que equilibre lucro, desenvolvimento sustentável e preservação.

Quer votar? Vote aqui

Fonte: Yahoo!NOTÍCIAS

Governo Roseana admite "culpa no cartório"

Bateu desespero
O “pior governo da minha vida” já admite que realizou abuso de poder político e econômico nas eleições de2010. 

A prova dessa afirmação são as tentativas desesperadas do clã em impedir que sejam realizadas as oitivas do processo de cassação de Roseana e de seu vice Macaxeira marcadas para a sexta-feira no próximo dia 27/01. Nessa jogada, o governo oligarca tenta tirar o processo da mão do juiz federal Nelson Loureiro que é independente da família e colocar nas mãos do de um representante da "casa grande", o juiz Sergio Muniz que é filho do secretário adjunto da Casa Civil Antonio Muniz que já reteve o processo por 60 dias quando passou em suas mãos.

A primeira tentativa de adiamento foi do seu vice Macaxeira que entrou com pedido de adiamento da audiência que lhe foi negado dia 23/01 pelo então juiz federal Nelson Loureiro.

A segunda tentativa foi novamente do vice Macaxeira que protocolou novo pedido de adiamento ontem à tarde (24/01), alegando “exceção de incompetência” cumprindo ordens sem titubear do comando de Curupu. O resultado desse novo pedido deve a qualquer momento de hoje.

Entendemos que será muito difícil acontecer à cassação de Roseana e seu vice, devido à grande influência do velho Sarney no poder judiciário quanto mais em se tratando de quem tá  enrolada é a sua querida filha. Entretanto, devemos ficar atentos nos andamentos jurídicos para notar as manobras irresponsáveis de quem tem culpa no cartório e quem deseja de forma seria e republicana cuidar do que é público.

Vale lembrar que esse processo foi movido pelo ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) que pede a cassação por abuso de poder econômico e político. Ações que foram feitas pelo governo de Roseana durante a campanha nas eleições de 2010. Numa gastança de dinheio público, em torno de um bilhão de reais ( 1.000.000.000,00 ).

Eita Maranhão de meu Deus!

Vamos esperar o resultado do TRE e torcer que haja justiça!

Quem não deve não teme!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Flávio Dino pressionado pelo PIG maranhense.

O braço maranhense do PIG (Partido da Imprensa Golpista) está em ação, na tentativa de querer pautar qual o rumo eleitoral da maior liderança da esquerda maranhense o ex-deputado federal e hoje presidente da Embratur Flávio Dino. Essa posição se observa claramente nas postagens dos blogs mais acessados do nosso estado.

De um lado parte do PIG que é ligado ao clã Sarney, usa de maneira sutil seu espaço para forçar que Flávio Dino decida logo sua candidatura para prefeito em 2012 na tática de colocar as eleições de 2014, em céu de brigadeiro para seus chefões, o grupo Sarney que vê maior dificuldade vencer novamente no voto e até com fraudes que foi e sempre será seu "modus operandi”.

Do outro lado, a parte do PIG ligado a Castelo, insiste que Dino, sendo candidato em 2012 e perdendo a eleição para prefeito, será o seu enterro na vida política e se obtiver êxito, não terá tempo de mostrar para população a sua perfomance como prefeito na idéia de ter que abandonar  o cargo para disputar as eleições de 2014 para governador. Esse insistente braço do PIG espera que Dino não participe em 2012 e na tentativa de eliminar a derrota, já certa de Castelo. Existe uma diferença, não será céu de brigadeiro, caso Flavio Dino não dispute agora em 2012.

Vejo nessas tentativas do PIG, a vontade de dar rumo na política maranhense, usando de várias formas, o uso de jornalistas com espaços na mídia alternativa. Esquecendo, ainda bem, que nesse campo da comunicação existem profissionais com visão de coerência e progressista para descortinar para população qual o real jogo da política.

Nessa seara da imprensa golpista, ainda há espaço para queles que ficam “jogando a pedra e escondendo a mão” na intenção de se tornarem peças de leilões dos figurões da política e da mídia velha, chegando a usar adereços identificados de “quem dá mais”.

Devemos entender e achar natural que a população com a falta de administração popular de Castelo, fique ansiosa no reclame de mudança e veja em Flavio Dino essa esperança. Mudança e esperança foram as suas mensagens nas eleições passadas. O eleitorado mostra numa forma clara de arrependimento em ter votado no errado, achando que estava certo.

No caso dessas duas tendências já consolidadas do PIG aqui no Maranhão (castelistas e sarneyzistas) os nossos caros jornalistas defensores desses grupos, não percebem ou não querem perceber que esses dois seguimentos do atraso na sociedade maranhense, estão e sempre foram do mesmo grupo político, apenas estão sob tetos diferentes.

Quanto à decisão do rumo a ser tomado por Flávio Dino, depende de uma decisão coletiva de seu partido, o PCdoB, onde deve discutir definir na hora certa o seu projeto e sempre atuando de maneira hábil e leal com os partidos aliados do seu campo.

Vamos ao debate claro e salutar para população, fora o PIG!



Brasileiros em São Paulo sofrem com fascismo tucano

Esse é o retrato do governo tucano

Após a violência cometida pela polícia militar, pelo judiciário e pelo governo tucano de São Paulo no ato de desocupação de centenas de famílias na ação de reintegração de posse de Pinheirinho, em São José dos Campos, ocorrida ontem, os cidadãos retirados de seus lares sob ameaças, tiros, bombas e cacetetes foram alojados de forma precária em tendas armadas pela prefeitura no Centro Poliesportivo do Campo dos Alemães.

A chuva e a terra fazem com que os desabrigados tenham que dormir na lama. Faltam cadeiras, colchões, cobertores, água e comida.

A comunidade massacrada se dirigiu ao comando policial através de um manifesto escrito com o seguinte apelo:

Manifesto dos moradores do Pinheirinho aos Soldados

Cumpram seu dever: estejam do lado do povo!
Não reprimam nossas famílias!

O soldado é o homem do povo fardado.

Sua tarefa mais honrosa é defender seu próprio povo.

Entre o povo estamos nós, estão vocês, sua família, amigos e entes queridos.

Vocês nos conhecem. Sabem do nosso dia a dia, porque estamos juntos nos bairros.

Por que nos reprimir? Que crime nós cometemos?

Vocês sabem que temos uma vida sofrida. Escolhemos o caminho da luta para ter um teto para morar, um lugar para criar nossa família e construir uma vida digna. Isso não é crime.

Os que mandam reprimir nossas famílias são os milionários que só pensam nos seus bolsos e não se importam com nossa vida. Querem ganhar milhões com grandes empreendimentos nesse terreno.

A área do Pinheirinho foi grilada dos alemães. A empresa Selecta, proprietária do terreno, é uma empresa fantasma, nunca teve nenhum funcionário. O dono é Naji Nahas, condenado por lavagem de dinheiro e corrupção.

Esses senhores deixaram o terreno abandonado por mais de 30 anos e não pagaram IPTU.

Hoje, floresce a vida: tem casas, comércios e igrejas. Nossas crianças brincam nas ruas, comem pipoca e algodão doce. Com uma ação violenta, querem destruir tudo.

Aqui está a nossa nova vida! Nós não temos outra alternativa, senão defendê-la.

Soldados, estejam do nosso lado! Não sejam os capatazes e os algozes do seu povo! Vocês estão apontando para o lado errado! Os verdadeiros criminosos estão do outro lado das barricadas!

Honrem seus uniformes e cumpram com seu dever! Não reprimam seu povo! Estejam do nosso lado! Esse é seu verdadeiro posto de combate!
________________________________________
“Quando o poder é tirânico, a revolta é um dever”. São Tomás de Aquino

GOVERNO COVARDE, CRIMINOSO E FASCISTA!

Fonte: Blog Mídia Caricata

domingo, 22 de janeiro de 2012

Hitler e Michel Teló


Não perca assista esse vídeo que você garantirá um bom domingo sem necessidade de tá "estuprando a mente olhando Faustão.

E outra coisa, só nesse domingo já escutei dos vizinhos daqui de casa, umas 20 vezes a "música" de Michel Telógo. Agora eu confesso pra vocês estou com a mente estuprada por causa dessa mala.

Ai se eu te pego Télógo!

Pois esse vídeo é muito criativo que faz qualquer um rir, muito legal, parabéns ao criador. Há muito tempo que não assistia algo que me fizesse rir tanto.

Alguém que conheça Michel Telógo, por favor, envia esse vídeo para ele, para ele tomar consciência do que ele é.

Casal é preso por casarem, ela negra e ele branco

Uma história bela sobre o amor e a liberdade de querer vivê-lo, sobre o preconceito e atitudes irracionais.

Em junho de 1963, Mildred Loving, uma moça de 22 anos de idade, e seu marido Richard Loving, um pedreiro de 27, sentaram-se a mesa de uma humilde casa com folhas soltas alinhadas e escreveram uma carta para a filial de Washington da Associação Americana de Direitos Civis (ACLU) onde relatavam a história de seu amor único pelo qual passaram agruras inimagináveis; a carta começava assim:

"Meu marido é branco. Eu sou parte negra, metade índia. Cinco anos atrás nos casamos, somos pessoas simples e não sabíamos que havia uma lei na Virgínia contra casamentos mistos. Tão logo retornamos para nossa casa, alegres pela celebração, fomos presos, julgados e expulsos do estado.

Sabemos que não podemos viver lá, mas nós gostaríamos de voltar pelo menos mais uma vez para visitar as nossas famílias e amigos, mas temos medo. Um juiz disse a Richard que se colocássemos de novo o pé naquele estado, juntos, seríamos novamente presos e desta vez jogariam a chave fora..."
 
Veja a materia completa aqui

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Chega ao mercado gospel os filmes pornôs para cristãos

Vem aí a mais nova invencionice gospel. Em nome de uma pseudo-espiritualidade, surge retumbante em nosso Brasil varonil, o movimento pornô gospel, onde filmes eróticos serão produzidos para “educação” do povo de Deus. Segundo os organizadores da indústria cinematográfica “porno-cristã”, os filmes produzidos devem ser fundamentados no “maior respeito”. Para tanto eles estabeleceram regras como:

•”Retratar só casais matrimonialmente ligados em atos sexuais. Isto significa que quaisquer parceiros sexuais, em uma produção pornô cristã devem ser marido e mulher, dentro e fora da tela. Todos os agentes devem ser casados na vida real e retratarem a vida real. E eles só devem ter relações sexuais com seus cônjuges.”

• “Retratar o sexo dentro de contexto de um casamento cristão. Devem-se aparentar através das ações, comportamentos e fala dos personagens retratados que são cristãos e que levam um estilo de vida cristã, e tem um casamento no qual sua fé é o ponto principal. Isto pode ser ilustrado em uma variedade de formas, com cenas mostrando por exemplo, um jovem orando em conjunto e estudando a Bíblia e freqüentando a Igreja ou realizando funções na Igreja e outras cenas relativas a um outro casal cristão fazendo sexo fora do seu quarto.”

“Sem obscenidades. Embora exclamações de prazer sejam aceitáveis, como são os sons naturais nas expressões no ato sexual, o Cristianismo pornô não deve conter obscenidades ou juramentos. Os participantes deverão abordar uns aos outros com amor e respeito em todas as ocasiões.”

• “Não deve haver sexo extraconjugal, a não ser que seja para ilustrar as quedas de adultério. Os casais, em uma produção pornô cristã nunca devem ter relações adúlteras, a menos que seja para demonstrar que eles e seus parceiros sofrem e são punidos pelos seus pecados.”

Além disso, O Cristianismo pornô traz a realidade da igreja de Cristo diversas práticas sexuais tidas como sodomitas, ménage a trois (sexo a três), sadomasoquismo, fisting, nudismo só para citar alguns, como sendo um presente de Deus para nossas vidas.

Fonte: Blog ENVU

Vai começar o nosso campeonato de futebol 2012

A bola vai começar a rolar no Campeonato Maranhense e com muitas equipes reformuladas. Após um mês de preparação os times estão prontos para entrar em campo e o blog traz um guia do Estadual, apontando os favoritos ao título, quem briga para não cair e quem será apenas uma pedra no caminho.

Diferentemente dos dois últimos anos, nessa temporada o Campeonato Maranhense será disputado em turno e returno, cada um com semifinais e um campeão. Os rebaixados serão as duas equipes com menos pontos na classificação geral.

Bacabal: o time segue com o comando de Paulo Cabrera, mas que perdeu toda a base da boa equipe de 2011. O Leão da Baixada chega como uma aposta para a temporada e com poucos remanescentes da temporada passada, aposta em novos talentos.
Meta: classificar para as semifinais
Destaque: Flauberth (goleiro)

Cordino: com Leandro Lago, como novo técnico, e mudanças na diretoria, o Cordino espera não brigar contra o rebaixamento. A personalidade dupla da equipe, com força ofensiva e fragilidade defensiva, que foi marca na temporada passada, pode prejudicar o time.
Meta: evitar o rebaixamento
Destaques: Gigi (volante) e Ulisses (meia)

Imperatriz: tem um novo time para 2012, mas antes do campeonato já sofre outras mudanças. Após a queda do técnico Braide Ribeiro, que comandou toda a pré-temporada, o início de Estadual do Cavalo de Aço poderá ser comprometido, junto com a briga pelo título
Meta: classificar para as semifinais
Destaques: Manga (goleiro) e Cristiano (volante)

Maranhão: perdeu a base do time titular e com uma nova equipe, de baixa média de idade, quer sair da fila de cinco anos sem títulos. O técnico André Baratz, em seu primeiro trabalho como treinador, é uma aposta, assim como o time.
Meta: classificar para as semifinais
Destaques: Deco (volante) e Hiltinho (meia)

Moto: após uma temporada caótica, o Moto montou um time com base no Bacabal de 2011 e espera voltar à aparecer nas primeiras posições. O técnico Sandow Feques, que volta à equipe, também espera reconquistar o espaço após os erros de 2011.
Meta: título
Destaque: Tony (goleiro)

Sabiá: o mais novo entre os 10 clubes do Campeonato Maranhense. Com o ex-jogador Daniel Frasson no comando técnico e um elenco formado por jogadores da região e do futebol piauiense, o auriverde caxiense espera se manter na divisão principal do Estado.
Meta: evitar o rebaixamento
Destaque: Sharlysson (atacante)

Sampaio: bicampeão maranhense, o tricolor chega para tentar o Tri, o que não ocorre desde a década de 90. Com a comissão técnica mantida e a base de 2011, o Tubarão chega mais uma vez como favorito ao título.
Meta: título
Destaque: Rodrigo Ramos (goleiro)

Santa Quitéria: um ano histórico para a reforçada Raposa da Baixada, que disputará sua primeira Copa do Brasil. Antes inicia a caminhada no Campeonato Maranhense, onde quer conquistar o inédito título estadual
Meta: título
Destaques: Fagundes (zagueiro) e Mazinho (meia)

São José: uma das equipes que mais se reforçou para o Campeonato Maranhense. O Peixe Pedra mudou todo o time, trouxe o experiente Ronaldo Bagé para assumir o time e aparece como uma surpresa na briga pelo título.
Meta: título
Destaques: Dailson (lateral) e Serginho (atacante)

Viana: o Leão da Baixada está de volta à divisão principal do Campeonato Maranhense. Com Celinho no comando e o time de 2011, que conquistou o acesso, reforçado, os vianenses querem mostrar que podem surpreender no Estadual.
Meta: evitar o rebaixamento
Detaques: Baby (goleiro) e Claudio André (atacante)