segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

7 coisas que sua vagina pode estar tentando te dizer

Crédito de imagem: GettyImages
Ouçam bem, senhoritas: as vaginas são INCRÍVEIS.Não somente por proporcionarem orgasmos e o ciclo reprodutivo, mas porque elas podem estar dizendo estas 7 coisas sobre sua saúde:
  1. Você está limpando demais

Nós entendemos, você quer ficar cheirosa e sua vagina é uma das áreas-chave, com grande potencial de cheirar mal. Mas por favor, pelo amor de tudo que é da vagina, pare de lavá-la com sabonetessecos, irritantes ecausadores de infecção. Uma das muitas coisas mágicas sobre a sua vagina é que ela se limpa sozinha, então todo aquele produto caro de banho que você está colocando lá não é apenas um desperdício de $ $ $, ele pode realmente estar fazendo mais mal do que bem. Use um produto livre de fragrância para lavar a área em torno de sua vagina (vulva, se formos utilizar termos técnicos) uma vez por dia e você deve se sentir limpinha, sem a necessidade de lenços perfumados ou algo parecido.
  1. Você está com uma infecção

O corrimento diário é normal e saudável, mas se você está achando que o seu mudou drasticamente em relação à cor, consistência oucheiro, é provável que sua vagina esteja te dizendo algo. Duas das infecções vaginais mais comuns são a cândida, que causa corrimento branco espesso e coceira,e a vaginose bacteriana, que causa excreções finas e aquosas e um cheiro forte, especialmente após o ato sexual. Nenhuma delas é séria, você só precisa fazer uma visita ao médico para iniciar o tratamento, que geralmente envolve um ciclo curto de antibióticos e um creme ou gel tópico. Mas é importante fazer um exame completo, apenas no caso dos sintomas estarem realmente sinalizando algo que exija mais atenção, especialmente se você estiver grávida.
  1. Você contraiu uma DST

Corrimento ocorrendo, mas não é uma infecção? Uma DST (Doença Sexualmente Transmissível) também pode ser a culpada. A clamídia, por exemplo, pode não apresentar sintomas, mas quando um corrimento intenso começa a aparecer, esse é um dos alertas mais comuns. A gonorreia e o herpes genital podem se apresentar de forma semelhante, além de causar bolhas dolorosas nas áreas ao redor da vagina e sangramentos inesperados. Você pode evitar DST usando preservativo, obviamente, mas se estiver contaminada, visite seu médico ou centro de saúde local para obter orientação sobre o caminho certo para a recuperação.
  1. Você é alérgica a preservativo

Em um daqueles momentos de “a vida só pode estar brincando comigo”, a contracepção pode, na verdade, causar os mesmos problemas se você for uma das mulheres azaradas que têm alergia ao látex. É surpreendentemente comum: cerca de 6% da população é afetada pela coceira, erupções cutâneas e formação de bolhas em suas áreas mais íntimas sempre que acabam de ter contato com opreservativo. Se você costuma ter esses problemas depois do sexo, tente trocar sua marca usual por uma alternativa livre de látex,que oferece a mesma proteção, sem os efeitos colaterais desagradáveis.
  1. Você está vestindo a calcinha errada

O cantor Sisqo, autor da música “Thong Song” (“Música da Calcinha”) pode ficar decepcionado com essa informação, mas é porque ele não corre o risco de desenvolver uma vaginose bacteriana ou outras coisas horríveis toda vez que usa uma. Embora a minúscula roupa íntima não cause automaticamente problemas vaginais, se você está propensa a desenvolver infecções, é melhor dar um tempo delas. Não é apenas o tamanho que importa, escolher fibras sintéticas e ajustes desconfortáveis pode rapidamente fazer com que uma vagina saudável entre em colapso. Então escolha tecidos arejados, como o algodão e use apenas rendas ou seda quando tiver certeza de que vai tirá-las,breve…
  1. Você está comendo muito carboidrato

Pizza, oba! Rosquinha, eba! Bebida, pão e massas, simmm! Infecções fúngicas! Ah… buá! E a má notícia é que tudo isso pode estar relacionado. Se você está exagerando na farinha branca e no açúcar, não será apenas a sua cintura que sentirá os efeitos. O equilíbrio dos fungos (ou cândida) da sua vagina é uma coisa delicada, e enquanto os especialistas ainda estão procurando as respostas certas, algumas mulheres acham que devorar docesas leva ao território de infecção. Acredita-se ser um fator que contribui e não uma causa e efeito, mas se você tiver uma súbita onda de infecções fúngicas, se jogar no açúcar certamente não causará nenhum mal a você.
  1. Você está muito estressada

O estresse pode causar toda uma série de problemas na área ginecológica, desde secura severa até uma maior chance de infecção. A razão para este último é que quando você está estressada, seu corpo libera um hormônio chamado cortisol, que derruba seu sistema imunológico e deixa você mais propensa a desenvolver doenças (a última coisa que você precisa quando já está se sentindo um lixo). Levar a sério o controle do estresse também é essencial para todas as áreas do seu corpo e para o seu bem-estar mental, portanto, o fato de poder ajudar a manter sua vagina saudável também deve ser um bônus adicional.
The Hearst Network

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Pacote anticrise vai beneficiar micro-empresários e pessoas com baixa renda!

Diante da grave crise econômica que o país passa que afetam diretamente os estados da federação, o governo do Maranhão lança pacote anticrise, visando garantir investimentos sociais, ações de desenvolvimento e garantia de salários.

Esse pacote já tramita na Assembleia Legislativa, a oposição sarneyzista, capitaneada por Eduardo Braide e Welington do Curso apelam nas redes sociais, tentando jogar a população contra o governo, com o mote de mais um aumento de combustível, R$ 0,08 na gasolina e 0,01 no diesel.

A oposição, inclusive o seu representante o Eduardo Braide que nunca reclamou dos aumentos do governo Temer, agora numa visão de só querer ser contra o governo, esquece de quem vão ser beneficiados com o novo pacote: motoristas, população de baixa renda, assalariados, pequenos e micros empresários.

Tirem as dúvidas das medidas anti-crise abaixo:

1. Porque está sendo necessário o pacote?

Desde 2015, o Maranhão perdeu R$ 1,5 bilhão em repasses do governo federal. Mesmo assim, em 4 anos, foi um dos únicos estados do Brasil que não atrasou salários ou 13º, entregou 10 hospitais, 2.500 km de asfalto e reformou ou construiu mais de 800 escolas.

Para continuar fazendo mais, o Governo do Maranhão terá de fazer um ajuste de contas. Começou cortando na própria carne, cancelando diárias por três meses e revisando contratos de transporte e telefonia. Agora está revisando tributos afim de garantir em 2019 novas nomeações da Polícia Militar, a construção do Hospital da Ilha e novas Escolas Dignas.

2. Quantas microempresas vão deixar de pagar imposto?

Mais de 100 mil micro e pequenas empresas do Maranhão passarão a ficar totalmente isentas de imposto estadual. São as que têm renda bruta anual de até R$ 120 mil. Com isso, Flávio Dino já cumpre um de seus 65 compromissos para a reeleição.

3. Quanto eu vou economizar de IPVA?

Mais de 45 mil motoristas deixarão de pagar imposto. São os donos de motos de até 100 cilindradas que passam a ser isentas do IPVA.

Além disso, a multa por atraso que antes era de 30% foi reduzido. O máximo será de 20%.

4. Quanto vai aumentar a gasolina e o diesel?

A nova carga tributária representa 8 centavos a mais por litro de gasolina e 1 centavo por litro de diesel.

O imposto cobrado sobre a gasolina no Maranhão segue sendo menor que muitos estados, como Bahia, Piauí, Rio de Janeiro, Minas e Goiás. O imposto cobrado sobre diesel segue sendo menor que Bahia e Ceará. 

5. Quanto vai aumentar a cerveja e o refrigerante?

A alíquota de cerveja passa de 25% para 28,5%; do refrigerante de 18% para 25%.

6. Como vai funcionar o Cheque Cesta Básica?

A partir do ano que vem, o imposto cobrado sobre a cesta básica vai ser redirecionado para um cheque que será distribuído para famílias carentes. Atualmente os produtos da cesta básica pagam 12% de ICMS. Com a medida, Flávio Dino cumpre um de seus 65 compromissos para a reeleição.

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Na contramão do feminismo


Flávia é nutricionista, mãe, esposa, cristã há vinte anos. Ela "criou coragem" e me enviou este texto escrito por ela.

Em pleno 2018, com uma crescente conscientização do empoderamento feminino, um grupo de mulheres toma direção contrária à igualdade de direitos e à liberdade.

Falamos de evangélicas brasileiras, que nos grandes centros, já usam calças compridas, maquiagem e brincos, mas continuam fiéis aos preceitos do antigo testamento que prega submissão e capacidade relativa da mulher, alimentada pelo machismo latino, sustentada por versículos bíblicos que retomam a imagem da “recatada e do lar”.

Igrejas neopentecostais já reconhecem a liderança feminina episcopal, posterior ao comando masculino. Mulheres sobem ao púlpito, inclusive pregam não apenas entoando louvores, como nas igrejas assembleianas, onde elas não sentam no altar (raríssimas exceções), e ficam todo culto sentadas separadamente do marido e dos filhos, pois integram o grupo de mulheres da igreja e recebem oportunidade para entoar louvores. Anualmente vestem-se iguais (comprando roupas caríssimas, determinadas pela igreja). Por três ou quatro dias “festejam” mais um ano do grupo das irmãs, com pregadores e cantores de outras igrejas.

Em poucas denominações são apresentadas como pastoras, missionárias ou até mesmo bispas, mas sempre um cargo inferior ao marido. Em algumas poucas igrejas são eclesiasticamente iguais, mas com pouca ou nenhuma voz ativa.

Mulheres são disciplinadas a obedecerem seus maridos, que são a “cabeça” e o provedor do lar. Um marido feliz tem uma esposa dedicada e a sua disposição. Esta é a receita para se manter um casamento: espelhe-se na esposa do pastor, que em geral não tem atividade remunerada fora de casa, ou se tem, será part time, ou em dias alternados, e sempre pode contar com um grupo de irmãs dispostas a ajudar nas tarefas da casa, cuidar dos filhos, fazer seu cabelo...

Mulheres que trabalham fora em tempo integral e queixam-se da dupla jornada e da pouca colaboração masculina são orientadas a repensarem seu papel no mercado profissional, já que é o homem o provedor do lar. Ao considerar esta possibilidade, muitas mulheres demitem-se  para  dedicar-se apenas ao lar. Assim, muitos dos problemas conjugais se dissolvem, pois o marido terá uma esposa mais disponível, menos cansada, e o homem não sofrerá cobranças para colaborar com afazeres da casa, já que a esposa tem uma dedicação exclusiva à família. Não há mais ciúmes, atrasos, desculpas para adiar a intimidade conjugal.

As esposas dos pastores são belas, não emitem opinião, recebem bem, não repetem roupa  e dedicam-se exclusivamente à família. São intercessoras de seus maridos, fazem caridade, oram e levam consigo um grupo de seguidoras que almejam a mesma vida “abençoada.”

Com reuniões fechadas os homens não direcionam apenas o evangelho, mas resolvem através de voto a vida das mulheres, se devem ou não  “liberar” esmalte vermelho, corte de cabelo, coloração, entre outras, mas sempre dizem (na frente dos outros) que elas podem usar,  que têm liberdade, que devem fazer o que gostam. Quando uma delas sente-se seduzida pela vaidade e permite, em geral é repreendida entre quatro paredes.

Ensinam que feminismo é rebeldia e isso significa pecado, e que o casamento é indissolúvel, sendo aceito o divórcio apenas em caso de traição, mas que mesmo assim esta pode ser perdoada.
Casos de violência não são raros, e as mulheres não recebem apoio nenhum para denunciar ou mesmo se afastarem da relação; pelo contrário, são orientadas a perdoarem e aceitarem seu cônjuge, que apenas teve um dia ruim.

Nas reuniões masculinas  direcionadas às lideranças, dentro das igrejas ou mesmo nas convenções pastorais assembleianas, as palavras lá proferidas não devem ser compartilhadas com suas esposas, pois os homens entendem ser algo que diz respeito somente ao universo masculino.

Às esposas cabe ficar protegidas dentro de casa e receberem o alimento -- inclusive espiritual -- dos seus provedores. 

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Nazismo: Filho de Bolsonaro propõe esterilização forçada de mulheres pobres

Pelo Twitter, o vereador pelo PTB carioca Carlos Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, pregou que o Bolsa Família só seja concedido a casais pobres que topem fazer laqueadura de trompas ou vasectomia. O vereador nazista não informou se apenas o homem ou apenas a mulher podem ser esterilizados à força para fazer jus ao benefício.

Abaixo, reprodução do tuíte de Bolsonaro. Em seguida, uma explicação sobre o que ele está propondo.



Em março de 1941 e janeiro de 1945, foram conduzidos experimentos sobre esterilização em Auschwitz, Ravensbrück, e outros campos de concentração nazista.

O objetivo era esterilizar milhões de pessoas com o menor tempo e esforço possíveis. Esses experimentos foram realizados por meio de raios-X, cirurgias e diversas drogas.

Milhares de vítimas foram esterilizadas.

Além desses experimentos, o governo nazista esterilizou cerca de 400.000 pessoas, como parte de seu programa de esterilização obrigatório.

Especula-se que injeções intravenosas foram utilizadas para conter iodo e nitrato de prata e foram bem sucedidas, mas tiveram efeitos colaterais indesejados, como sangramento vaginal, dor abdominal grave e câncer do colo uterino.

Porém, a radiação era o tratamento favorito para a esterilização. A exposição de pessoas à radiação destruía sua capacidade para produzir   óvulos  ou  espermatozoides.

A radiação foi administrada enganando os presos, estes eram levados para uma sala e pedia-se o preenchimento de formulários, que levava dois a três minutos. Alguns eram submetidos a sessões de raio X, mas na realidade estavam sendo expostos a radiação.

O tratamento de radiação era administrado sem o conhecimento dos presos, tornando-os completamente estéreis. Muitos sofreram graves queimaduras por radiações.

ATENÇÃO: Edital PRF foi retificado e a distribuição das vagas alterada!

Edital PRF foi publicado com oferta de 500 vagas!
Atenção! O edital da Polícia Rodoviária Federal (edital PRF) foi retificado e a banca organizadora divulgou um documento contendo alterações na distribuição das vagas por estado. 
O edital com oferta de 500 vagas para policial rodoviário federal foi publicado na madrugada desta quarta-feira (28).  
Veja abaixo o quadro de vagas retificado:
Quadro de vagas edital PRF
A assessoria do órgão havia adiantado a retificação do documento à equipe do Gran Cursos Online. Fique de olho no blog, pois estamos de plantão e todas as informações referentes ao concurso PRF serão atualizadas em tempo real!
FONTE: Gran Curso

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

STF vai ter de impor a Constituição ao populismo teocrático, afirma socióloga


Débora Diniz saiu do país porque sofre ameaças de morte

O STF (Supremo Tribunal Federal) vai ter de zelar pela Constituição, especialmente agora, para impedir que a evangelização da política brasileira desrespeite direitos individuais, civis e fundamentais. 

A afirmação é da antropóloga Débora Diniz (foto abaixo), que é militante dos direitos da mulher e da laicidade de Estado. 

Ela diz que a teocratização da política brasileira começou há pelo menos uma década, mas o que se tem agora, com o presidente Jair Bolsonaro, é a instalação de “um populismo evangélico com um aceno militar”. 

Débora Diniz indaga, por exemplo, a que “família” Bolsonaro diz defender porque a sociedade brasileira mudou nas últimas décadas. 

“Hoje as mulheres são chefes de família, pegam um transporte público que é um horror e não há creche para seus filhos”, diz. 

“Estamos falando da família do passado? Da família em que as mulheres eram violentadas, os homens tinham múltiplas famílias?” 

Defensora da legalização do aborto e dos direitos dos homossexuais, a antropóloga tem sofrido ameaçada de morte de fundamentalistas religiosos. 

Ela pediu licença da Universidade de Brasília, onde é professora do curso de direito, foi incluída no Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos do governo e saiu do Brasil.

Com informação de Paloma Oliveto, com foto de Carlos Moura/SCO/STF.

Concurso PRF: 500 vagas abertas e iniciais de R$ 9 mil!


Acaba de ser publicado o edital do Concurso PRF! (Polícia Rodoviária Federal).

O documento foi divulgado no Diário Oficial da União e oferta 500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal.
Os requisitos para ingresso na carreira é possuir ensino superior completo em qualquer área de formação, além de carteira de habilitação, da categoria B em diante.

As vagas são abertas para homens e mulheres e proporciona estabilidade, devido às contratações via regime estatutário.
A remuneração inicial é de R$ R$ 9.473,57.  incluindo auxílio-alimentação de R$ 458. Quem tem filho tem direito, ainda, a auxílio-creche de R$ 321. Já jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Concurso PRF: inscrições

Para os candidatos interessados em participar desta excelente oportunidade, as inscrições estarão abertas entre 10 horas do dia 3 de dezembro de 2018 e 18 horas do dia 18 de dezembro de 2018, por meio do site da banca organizadora do edital PRF, o Cebraspe, no endereço eletrônico: http://www.cespe.unb.br/concursos/prf_18/. O valor da taxa de inscrição é de R$ R$ 150. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser realizado até o dia 15 de janeiro de 2019.

Concurso PRF: etapas e provas para ingresso na carreira

O concurso PRF será composto por oito etapas, sendo elas:
  • Prova objetiva;
  • Prova discursiva;
  • Exame de capacidade física;
  • Avaliações de saúde;
  • Avaliação psicológica;
  • Prova de títulos;
  • Investigação social;
  • Curso de formação profissional.
A primeira etapa do concurso PRF é composta por prova objetiva com 120 questões em que serão tratados os conteúdos de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemático, Informática, Noções de Física, Ética no Serviço Público, Geopolítica Brasileira, História da PRF, Legislação de Trânsito, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal, Legislação Especial, Direitos Humanos e Cidadania.
Concurso PRF: quadro de classificação na prova objetiva
Concurso PRF: quadro de classificação na prova objetiva
A segunda etapa é a prova discursiva em que os candidatos serão submetidos a duas avaliações: uma avaliação de conteúdo e uma avaliação do domínio da modalidade escrita da Língua Portuguesa.
No exame de capacidade física os candidatos serão submetidos a testes de flexão em barra fixa, de impulsão horizontal, de flexão abdominal e de corrida de 12 minutos.
Confira abaixo mais detalhes sobre os testes realização na fase de capacitação física:
Concurso PRF: detalhes do teste de flexão e teste de impulsão horizontal
Concurso PRF: detalhes do teste de flexão e teste de impulsão horizontal
Concurso PRF: detalhes do teste de flexão abdominal e do teste de corrida
Concurso PRF: detalhes do teste de flexão abdominal e do teste de corrida
Os candidatos aprovados na 1ª fase do concurso, são convocados para a 2ª fase, composta por curso de formação profissional, que será realizado, preferencialmente, na Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal (ANPRF)/SC, ou em outro local determinado pela PRF, segundo a ordem de classificação na primeira etapa do concurso público e dentro do número de vagas previsto neste edital por cargo/UF.
As provas objetiva e discursiva estão marcadas para o dia 03 de fevereiro de 2019, no turno da tarde. Os locais de prova serão divulgados pelo CEBRASPE no dia 30 de janeiro de 2019. Os candidatos deverão efetuar o envio dos documentos necessários à matrícula no Curso de Formação Profissional por meio de upload no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/prf_18, no período provável de 4 de julho de 2019 a 5 de julho de 2019.
Confira na tabela abaixo o peso de cada fase para a aprovação dos candidatos:
Concurso PRF: peso das etapas para aprovação dos candidatos
Concurso PRF: peso das etapas para aprovação dos candidatos

A nota final no concurso será o somatório da nota final na primeira etapa e da nota final no CFP.
FONTE: Gran Cursos

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Nosso Blog estará de volta

Bom dia a todos e todas, o nosso blog estará de volta com suas postagens a partir do início de novembro, por motivo de saúde do oficial do blog, a equipe havia suspendido suas atividades.

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Arqueóloga encontra dente do Zé Sarney na França


Uma paleoantropóloga, Amélie Viallet, encontrou um dente humano com mais 550 mil anos na França. 

Os primeiros testes indicam que o dente é do "imortal" Zé Sarney que estava passeando na terra de Voltaire à época, com dona Marli e sua filha, Roseana, que tinha por volta de 5 anos, mas já era aposentada por tempo de serviço no Senado Federal.

A notícia está no UOL ciência 

Fonte: Blog do Barão

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Quem não fez, tem quem faça: Escola Digna chega à ilha de José Sarney


O secretário de Educação, Felipe Camarão, visitou hoje a escola Manuel Batista, localizada no Povoado Canto, em Raposa. A localidade fica na Ilha de Curupu, que pertence ao oligarca José Sarney.
Com estrutura precária, como a maioria das unidades escolares do Maranhão durante o regime oligárquico que durou cerca de 50 anos, a escola na Ilha de Curupu é o retrato do descaso do sarneyzismo com a educação.
Mesmo olhando para a escola todas as vezes em que iam até a ilha – e a família costuma ir com muita frequência – o oligarca José Sarney e sua filha Roseana, que foi governadora por longos 16 anos, nunca se importaram em dar uma estrutura digna para as crianças da localidade.
Nesta terça-feira, 06, mais uma triste página da história do Maranhão começa a ser virada. “O programa Escola Digna chegou na ilha de Curupu (Raposa), onde havia uma escola funcionando em um estrutura inadequada, mas que, a partir de hoje, começou a ser erguida a Escola Digna UEB Manoel Batista Anexo. Estivemos lá nesta manhã com a prefeita Talita Laci, conversamos com a comunidade e acompanhamos começo da obra”, disse Felipe Camarão.
A escola digna de Curupu representa a mudança da imagem do desprezo sarneyzista com a educação para a revolução educacional que está mudando o Maranhão na gestão do comunista Flávio Dino.

Professor Odair debate educação com trabalhadores na Região do Munim


Seguindo programação de atividades no interior do Maranhão, o professor Odair José, pré-candidato a deputado estadual (PCdoB) cumpriu agenda de diálogos com lideranças de Rosário e Morros. No povoado São Miguel, em Rosário, a 75km de São Luís, em ação organizada pela coordenadora da Regional do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), Arlete Sales, o professor Odair conversou com líderes locais que manifestaram apoio à pré-candidatura do professor Odair José.

“Eu já conheço o professor e toda a sua história. Eu confio no trabalho dele. É uma pessoa que se mostrou íntegra e a gente acredita nessa jornada que ele iniciou. É dessa maneira que um cidadão tem que agir se quiser mudar esse país, tem que ter coragem, transparência e seriedade, e eu vi tudo isso no professor Odair José”, disse José Antônio Sales Fonseca, uma das principais lideranças do povoado.

Conhecida na região, pelo seu trabalho, nas atividades de luta do Sinproesemma, Arlete Salles relembrou momentos do trabalho conjunto com o Professor Odair José no sindicato. Odair foi presidente da entidade por dois mandatos, colocando o sindicato no caminho da luta por melhorias na educação pública.


MORROS

Na cidade de Morros, a 100km da capital, foi uma reunião conjunta do professor Odair José com o pré-candidato a deputado federal (PC do B), Marcio Jerry. Os pré-candidatos puderam expor suas propostas de avanços para a cidade e para o Maranhão de modo geral, lembrando a nova era de avanços no estado, sem a oligarquia responsável pelo atraso de décadas no estado.

A reunião contou também com a presença do atual presidente do Sinproesemma, Raimundo Oliveira, que destacou os mandatos de luta do professor Odair José no Sinproesemma. “Foram dois mandatos que fizeram marcaram a história do Sinproesemma. Passamos do imobilismo para um sindicato livre e atuante na busca pelos direitos dos educadores”, destacou Raimundo Oliveira.


O professor Odair José também lembrou da sua atuação como sindicalista. “Com muito orgulho posso dizer que mudei o Sinproesemma. De um sindicato inerte a um órgão combativo. Fizemos greves e conseguimos muitas melhorias para os trabalhadores da educação maranhense. Esse é o espírito. Conseguir o que nos é de direito, lutando, indo atrás, articulando, buscando apoio e unindo forças para alcançar esses objetivos. É isso que vocês devem esperar de mim neste mandato ao qual me proponho”, ressalto Odair

O encontro foi organizado pelo professor Edinaldo Pires da Silva, que foi candidato a prefeito da cidade nas eleições de 2016 pelo PCdoB. Edinaldo acredita na união e na história de Odair José e de Marcio Jerry, dentro do partido, para ajudar o governador Flávio Dino a avançar no desenvolvimento do Maranhão.

“O nosso governador precisa de todo apoio possível tanto no legislativo estadual, quanto na câmara dos deputados, em Brasília. Então, além de apoiar Flávio Dino, a nossa luta é para a vitória de um time completo que acredite no projeto dele: Weverton Rocha e Eliziane Gama, no Senado. Marcio Jerry (federal) e Odair José (estadual), esses dois camaradas com os quais convivemos e conhecemos de perto as suas histórias de luta pelo Maranhão”, disse Edinaldo.

PIS/Pasep: Benefício será liberado para 6,3 milhões de pessoas hoje.


Pagamentos do PIS/Pasep serão liberados nesta quarta-feira (8) após suspensão do benefício durante o mês de julho será utilizada para o cálculo do rendimento do exercício 2017-2018. No ano passado, o rendimento foi de 8,9%. No total, 6,3 milhões de pessoas receberão R$ 5,5 bilhões, de acordo com o Ministério do Planejamento.
Os valores serão repassados de forma corrigida e empregados de quaisquer idades poderão solicitar as cotas. O crédito em conta corrente da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil será efetuado automaticamente no dia 8 de agosto e os correntistas poderão verificar os valores depositados a partir de quinta-feira (9) 
A partir do dia 14 de agosto, correntistas de quaisquer bancos poderão reivindicar o recurso e o prazo ficará aberto até 29 de setembro.
Quem esperou ganha mais Quem não fez o saque do PIS/Pasep até junho receberá o valor com reajuste de 8,97%. Na prática, esse percentual significa um ganho real, já que ele é superior a inflação do período, que ficou em 4,39%. Tradicionalmente há uma suspensão dos pagamentos em julho, quando é calculado o rendimento anual do fundo do PIS/Pasep.
Em junho, 1,1 milhão de trabalhadores fizeram a retirada de R$ 1,5 bilhão. Na primeira fase de saques, encerrada em junho, era permitido a retirada apenas para cotistas com mais de 57 anos e para os que atendiam os critérios habituais. Entre agosto e setembro, os saques estarão liberados para todos os cotistas.
FONTE: Yahoo

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Na Convenção "Todos pelo Maranhão", Professor Odair foi destaque!

O salão do Multicenter Sebrae, no bairro Cohafuma, em São Luís, ficou pequeno para receber cerca de 10 mil pessoas, no sábado passado (28), no evento da maior frente partidária da história do Maranhão: A convenção “Todos Pelo Maranhão”, composta por 15 partidos, que confirmou a chapa majoritária liderada pelo governador Flávio Dino (PC do B), pré-candidato a reeleição ao Governo do Estado, dos pré-candidatos ao Senado, Weverton Rocha e Eliziane Gama, e das proporcionais para deputado federal e deputado estadual, entre os quais a pré-candidatura do professor Odair José, que já se apresenta como uma das favoritas entre os nomes do PC do B.
O Professor Odair José, com mais de 20 anos de lutas na educação, nos movimentos sociais e na militância do PC do B, esteve lado-a-lado com Flávio Dino, nos projetos de avanços que foram implementados no Maranhão, nesses últimos anos. Ele destacou a grandiosidade da convenção e mais uma vez agradeceu por todo o apoio que está recebendo nesta pré-campanha.
“É um momento grandioso até pela data especial que é comemorada neste dia, a adesão do Maranhão à Independência do Brasil. As milhares de pessoas presentes na convenção, manifestam adesão a um projeto de continuidade e de renovação. Um projeto de contínuas melhorias na educação, na segurança, na saúde. Em tudo isso que estamos presenciando depois da chegada do Flávio ao governo. E eu sempre estive ao lado dele e pretendo continuar com mais força neste possível mandato. Mandato que não seria possível sem o apoio de todos os meus amigos, parceiros, militantes, forças sociais, enfim… todos que me ajudaram até aqui, muito obrigado, vamos em frente continuar com as mudanças!”
“O Maranhão não tem dono, o Maranhão é de todos nós e quem anda pra trás é caranguejo” disse Flávio Dino em alto e bom som, em seu discurso na convenção.
O Governador destacou as mudanças, a necessidade de avançar muito mais e manter as políticas públicas sociais que foram implementadas e ajudaram o Maranhão a crescer e ser destaque nacional.
“O nosso governo não é perfeito e eu quero pedir desculpas pelo que não conseguimos fazer. Mas eu fiz, nesse período, tudo o que podia. Entendam que por conta da crise econômica não pudemos fazer tudo, mas fizemos o máximo e por isso todos os estados do Brasil respeitam o Governo do Maranhão e respeitam o nosso estado! Nós estamos na direção certa e temos que continuar!
Durante a convenção o governador FLávio Dino recebeu várias homenagens, entre as quais, pelo programa “Escola Digna”, que trocou escolas de taipa por escolas de alvenaria e com condições de aprendizagem; o programa “Sim, eu Posso”, que tirou do analfametimo pessoas excluídas da educação ao longo dos anos; o programa “Mais Saúde”, que contruiu hospitais e portas de acesso à saúde especializada como o hospital de traumatologia e ortopedia, e o “Mais IDH”, que deu dignidade a milhares de pessoas de 30 municípios maranhenses, que viviam na mais absoluta pobreza, sem saúde, sem educação, sem saneamento, sem espaços de trabalho.
O Governo Flávio Dino foi reconhecido como o que mais cumpriu promessas de campanha entre todos os governos dos estados brasileiros, tendo sido, amplamente, elogiado por seus principais programas sociais como o Cheque Minha Casa, Mais Asfalto, Escola Digna, Travessia, além da implantação das escolas de ensino médio com tempo integral e profissionalizante: o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA).